domingo, 27 de março de 2011

Londres - parte 2

A minha estadia na Inglaterra continuava no dia seguinte com uma pequena viagem de um dia que eu havia comprado ainda aqui pelo Brasil, de uma operadora chamada Special Tours. Eu tive a sorte de conseguir uma promoção de 50% no valor. Para pegar o ônibus, eu deveria estar às 7:45 da manhã em um hotel no Mayfair, mas acordei atrasado e havia esquecido de procurar onde se situava este hotel. O resultado foi uma grande correria, na chuva, mas cheguei em tempo, ajudado pela sorte de o hotel ser a somente cinco quadras do meu hostel. 

O roteiro inicial: Windsor - Stonehenge - Oxford. Quando o guia da Special Tours chegou, disse que meu passeio havia sido cancelado por falta de procurar (mesmo com o valor pela metade!) e que eu tinha duas opções: ter o dinheiro de volta ou ir em outro passeio. Não tive dúvidas, fui com outro grupo em direção a Windsor, Stonehenge e Bath e deixando Oxford para outra oportunidade.

 
Primeira parada foi em Windsor, para conhecer o castelo que é residência oficial da rainha. O castelo é lindo, e as partes visitáveis possuem algumas riquezas dos reinados anteriores, como roupas, armas, louças etc. Os dormitórios e outros ambientes hostentam riquezas semelhantes a outros castelos reais no resto do mundo. 
A próxima parada, depois de algumas horas no ônibus, foi em Stonehenge, as famosas pedras que há milhares de anos foram posicionadas misteriosamente e até hoje mantém este clima místico. O lugar mantém essa aura de mistério: as pedras estão em meio a fazendas, com poucos traços de habitação por perto. A estrutura para receber o turista é bem simples, mas perfeita para não interferir na paisagem. E para completar, o dia estava com o tempo bastante fechado e frio, dando um tom ainda mais especial ao momento. Eu queria muito conhecer este que dizem ser um templo ao deus Sol, e confesso que foi emocionante, apesar de, em 20 minutos, já ser possível dar a volta completa. A notícia bizarra que soube é que querem construir um complexo no local para que os visitantes gastem até duas horas, com lojas, cinemas etc. Achei estranho e desnecessário. Tomara que tenham bom senso pra não interferirem na paisagem.

Por fim, fomos à Bath, cidade antiga que tem remanescências da invasão romana à Grã-Bretanha, marcadas principalmente em um banho romano que foi mantido, apesar de algumas alterações realizadas durante a Idade Média. Foi bem interessante a experiência de estar em um local que ouvimos falar nos livros de história mas que eu não tinha uma imagem definida de como seria. Trata-se de uma construção que lembra um templo, contando com duas "piscinas" internas e uma em um pátio interno. A instrução era clara: não toquem a água, isso porque os fundos não são limpos, para evitar desgaste da construção. Mesmo assim, vi uma galera encostando naquela água já "colorida".

Pegamos o ônibus então de volta a Londres, chegando por volta de 9 da noite. Ao contrário da ida, me deixaram não muito perto da minha "casa", e então foram mais linhas de metrô até chegar ao hostel. O dia ficou marcado por novos lugares conhecidos, numa jornada que começou turbulenta, mas que valeu muito a pena.

Fui então descansar, porque na manhã seguinte eu iria mais uma vez desvendar outros lugares em que nunca havia explorado...

6 comentários:

Vanessa Argenton disse...

gente.. amei!!!

gu, certo que vou ler os teus textos antes de ir pra londres (algum dia)... quero conhecer tudo que tu conta.. tudo que tu posta.. pois deve ser lindo de morrer... mas nojenta a parte das piscinas hein? deve ter até salmonela (?!) lá.. hahaha

e oxford, baby, é pra quando a gente for lah estudar! hehe

beijoos

Duda disse...

Adorei Gus!!! Inglaterra é demais mesmo. ; )

Anônimo disse...

Estou pensando em viajar p Europa , gostaria de saber se vale a pena fechar pacote com a operadora specialtour?

Pitango disse...

Olá! Eu viajei com a Special Tours para Alemanha, Bélgica, Holanda e França. O serviço foi excelente, nada a reclamar - traslados, ônibus, passeios, guias etc. A única coisa a se habituar é que praticamente todas as pessoas que acompanhavam o grupo eram espanhóis ou latinos-hispanos, assim como os guias, então o espanhol vai ser ouvido em praticamente toda a viagem. Tirando isso, foi um bom serviço prestado.

Anônimo disse...

Vou p Londres, Paris e Itália, c pacotes special tours ( roteiro, hoteis e passagens ida e volta). SErá q isto facilitaria muito a passar p imigação?

Anônimo disse...

Vou p Londres, Paris e Itália, c pacotes special tours ( roteiro, hoteis e passagens ida e volta). SErá q isto facilitaria muito a passar p imigação?