quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

JUNO


Para mim soa um pouco repetitivo falar de cinema duas semanas seguintes, mas eu não devo nem posso deixar Juno passar em branco. Isto porque este é um dos grandes filmes da temporada, com excelente trilha sonora, atuação e interação surpreendente da equipe, e um roteiro leve (e, quem diria, escrito por uma ex-stripper).

A sinopse do filme pode espantar espectadores, afinal, a história de uma garota de 16 anos que engravida de um amigo e não sabe o que fazer não é necessariamente um primor de originalidade. O que diferencia Juno é a forma como a história é contada, além da própria Juno, uma menina inteligente que usa gírias e palavras das maneiras mais diversas. A atuação de Ellen Page é despretensiosa e brilhante, o que lhe rendeu uma merecida indicação ao Oscar de melhor atriz. O filme também foi indicado ao prêmio de melhor filme e roteiro, mas sabemos que a academia prefere gângsteres ou lições morais e é muito provável que Juno não leve estes prêmios. Tomara que eu esteja errado.

Michel Cera como o melhor amigo e pai (!?) da criança é outro show à parte. Às vezes se parece mais com alguém que a gente conhece do que um personagem fictício, de tão natural.

Ter um filho aos 16 anos não é fácil, e Juno decide entrega-lo a um casal trintão que não consegue ter filhos. E assim a história é trilhada, em meio a diálogos interessantes, jams sessions e muita boa música – The Kinks, Belle & Sebastian, Kimya Dawson sozinha ou no Moldy Peaches, Cat Power e muitos outros.

A Veja desta semana publicou, em reportagem sobre o filme, que ele merece mais que as suas indicações ao Oscar, merece ser visto. Assino embaixo.

8 comentários:

Foguinho disse...

Quero veeeeeerrrrrrrr
E quando vamos tomar café,já que não consigo falar contigo pelo msn??
Abraço

Paulo Z. disse...

Agora em deu vontade de ver haha. E olha que eu nem tava afim não. :P

guianafrancesa2005 disse...

E é que me deu vontade de assistir????

Obrigada pela visita à casa da Atriz....

Volte sempre.Será bem-vindo.
Virei sempre aqui tb.

beijo, Gisele

www.inventandoagentesai.blogspot.com

.raphael. disse...

Como é dificil assistir a um filme desse aonde moro, entao estou pegando ele na net, infelizmente! A curiosidade agora ja eh maior!

Assistirei hj!

Abraço

Abstracoess disse...

entao, atualizei la. da uma olhada quando quiser.

Abraço.e valeu pelos comentários..

ofrango disse...

Estou afim mesmo de ver Across the Universe, mas pelo que eu ví (e pelo seu coment) Juno e bem bacana tbm.

Adeus disse...

Então, eu gostei muito de Juno, fui assistir com uma amiga e antes disso não tinha ouvido falar dele (ainda bem). Não gosto quando fazem muito alarde sobre alguma coisa, é mais fácil me decepcionar. Mas o que me chamou bastante atenção foi a história, eu sou contra o aborto e acredito que esse filme pode servir de incentivo para algumas pessoas. No fim adorei o filme e a trilha sonora, foi gostoso de assistir. :)

Anne Elise disse...

Oi, querido...

Acabei de asistir Juno...
Gostei muuuuuuuuuuuiiito...ótimo roteiro, ótima trilha sonora...e, a menina é uma gracinha (rs!!!)...
Poxa, ganhei meu domingo...
Obrigada pela indicação...

Beijo grande...