quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Império americano: crise?

O mundo assistiu e temeu essa semana o abalo da economia norte-americana. Há pouco tempo, já havíamos sentido o reflexo da crise imobiliária de lá. São as conseqüências da globalização e também da (ainda) potência que o país representa na economia e nas relações internacionais. Ainda porque desde a década de 70 diz-se que o império americano está em queda, mesmo que lentamente.

A verdade é que o país ainda exerce grande influência sobre o cenário internacional e talvez continue por um bom tempo. O governo Bush sentiu a “ameaça” do enfraquecimento do país perante outras forças políticas e econômicas e fez o que fez, demonstrações desnecessárias de poder no Afeganistão e no Iraque, onde insistiu-se manter tropas, mesmo depois de tantas baixas, problemas internos e desmoralização frente ao resto do mundo. A aprovação de George caiu dentro do país e fora dele, aumentou sua má popularidade.

As crises recentes contribuem ainda mais para o enfraquecimento do governo atual, que tem a dura missão das eleições logo em frente. Isso porque as chances de o Partido Republicano cair fora são grandes, e aí resta ainda saber quem será o candidato (a) escolhido pelos democratas. Independente de qual, acredito que o partido lutará para enfrentar imediatamente as crises econômicas internas, tirando as incursões externas em segundo plano. Ou seja, apostar no que o governo Bush pecou. O problema é saber que 1) há muitos interesses econômicos em jogo e 2) há muitos conservadores ainda ao lado de Bushinho.

E para nós? De imediato, nenhuma mudança muito radical. Talvez uma relação mais amistosa com o país, tanto política quanto comercia e economicamente. Porém as crises deles continuarão a nos afetar, mesmo que de forma menos intensa, pois, a duras penas, o país tem fortalecido sua economia. O “império” americano pode estar em declínio e é muito provável que está, mas ainda não caiu.

4 comentários:

grilo disse...

Grandeeee Pitango.
Se expressar ou não?
Abraço grande.

Pitango disse...

Sim, expressar-se!

Natalia disse...

oh !

desculpe o comentário não ser sobre o assunto postado ...

... mas o seu perfil pessoal é realmente de uma pessoa maravilhosa!

fico feliz de existirem pessoas assim no mundo. muito feliz.

Pitango disse...

Obrigado pelos comentários, Natália! Não consegui abrir o seu perfil. Se puder, deixa seu blog ou perfil de outro site por aqui! Obrigado!