quarta-feira, 10 de setembro de 2008



Foi uma verdadeira novela, mas parece que agora todo mundo que queria já está com o seu ingresso para o show da Madonna em mãos. Quem lutou para consegui-lo, penou – e muito. Horas em um site que mal funcionava (às vezes não entrava, as transações não chegavam ao final, um caos) ou ao telefone (que ficava mudo, caía a ligação ou deixava minutos ou horas na espera). Mas acredito que valeu a pena. Em dezembro, veremos a performance da maior estrela da música pop.


Falando em estrela, há alguns dias vi uma enquete perguntando qual seria a substituta da Madonna. Opções: Kylie, Britney, Christina, Jennifer etc. Agora responda: alguém está a altura dela? Não. Todas têm suas qualidades e defeitos (com exceção da Minogue, que só tem qualidades), mas tudo o que elas fazem pode soar mais do mesmo. Madge deixou sua marca para a história e vai demorar a alguém apaga-la.


E o mundo pop teve mais uma das suas premiações no último domingo, o VMA. Britney Spears prometeu uma grande volta, que na verdade foi receber os maiores prêmios da noite sóbria e comportada. Mérito de quem fez o clipe, que é bom mas nada demais. O melhor da noite foi a apresentação da Pink, com a sua nova So What.


É isso. Ame ou odeie, música pop sempre rende assunto.

5 comentários:

Atriz disse...

fã é fã!!!! gosto de Madonna mas não sou A fã assim...

e qdo se é fã, o que se tem a fazer é isso mesmo!!!!!

beijo! Gisele

Jean Souza disse...

pensei, pensei e acabei resolvendo não ver Madonna. Substituta? Hum, acho meio difícil...

gpoulain disse...

gostei mais da nova ver~soa gennie in a bottle da Christina. haha. e quando à Madge custei mas consegui comprar arquibancada vermelha pro dia 20.

TOOP disse...

Nunca fui fã de música pop.

Mas não tem como não dançar ou cantar.

=*

brigada pela visita ;)

.raphael. disse...

eu gosto de algumas coisas que a Madonna faz, nao eh muito meu genero, mas tenho q admitir que ela eh inteligentissima, conseguiu atraver varios anos e se manter como a melhor, nao vejo ninguem a altura dela na musica pop. Se o Michael Jackson usasse um pouco mais a cabeça talvez ele estaria a altura da Madonna.